(11) 3081-1283

Iniciada as Comemorações do Centenário

Em 05 Janeiro 2012
Acessos: 1081

No próximo ano a Faculdade de Medicina da USP completará 100 anos, e, abrindo as comemorações, neste 15 de novembro, foi realizada uma solenidade na Sala São Paulo, seguida da apresentação da Orquestra Sinfônica da USP (OSUSP)

, somente para convidados. Foram homenageados os mais Antigos Alunos, Dra.Aida Bortolai Libonati, formada em 1940 e o Prof.Arrigo Antonio Raia, formado em 1936. Prestigiaram o evento diversas autoridades, como o Governador do Estado, Geraldo Alckmin, o Presidente da Assembléia Legislativa, Barros Munhoz, o Reitor da USP, João Grandino Rodas e o Secretário de Saúde, Giovanni Guido Cerri, também Diretor licenciado da FMUSP e Presidente da Comissão Especial do Centenário. A Orquestra Sinfônica da USP tem marcada em sua trajetória no cenário musical nacional o alto grau de excelência do seu trabalho. Na ocasião, a OSUSP foi regida por Wagner Polistchuk, tendo como Spalla Claudio Micheletti.

A primeira escola médica do Estado de São Paulo que iniciou agora as comemorações de seu Centenário, foi criada em 19 de dezembro de 1912, chamada inicialmente de Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo.

 

 

Idealizada pelo médico Arnaldo Vieira de Carvalho, desde o início de suas atividades, mostrou sua vocação para o pioneirismo e assim, através de acordo entre o Governo do Estado de São Paulo e a Fundação Rockefeller, introduziu no país um novo modelo de ensino médico, com a associação de ensino, pesquisa e assistência e a criação de hospitais-escola subordinados à escola médica.

A FMUSP é o maior centro de formação de recursos humanos do país na área de saúde, com 1.405 estudantes de graduação (cursos de Medicina, Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional) e 1.430 alunos de pós-graduação estrito senso (Mestrado e Doutorado). A Faculdade também dispõe do maior programa de residência médica de todo o país, hoje com 1.196 residentes e mantém cursos de especialização, aperfeiçoamento e extensão.

É responsável por 14% da produção nacional de pesquisa na área médica, cerca de 4% de toda a produção científica nacional e 2,2% de toda a produção da América Latina, em todas as áreas de conhecimento.

Ao longo de sua história foi pioneira na implantação de novas técnicas, que representam avanços científicos na área médica e permitiram salvar milhares de vidas.

Em 2011, passou a ser a primeira escola médica da América do Sul a integrar a M8 Alliance, uma rede global de instituições acadêmicas de excelência em ensino e pesquisa que auxilia decisores políticos, econômicos e da sociedade civil a desenvolver soluções baseadas na ciência para a melhoria da qualidade de vidas nos cinco continentes. Veja fotos do evento clicando aqui.

Deixe seus comentários

Post comment as a guest

0
termos e condições.

Comentários